Casa cheia, quase 300 empresários do setor e alguns aspirantes em busca de oportunidades em ecommerce. O contexto: a passagem do Ciclo MPE por Curitiba, patrocinado pelo Ecommerce na Prática. Foi assim que eu tive o prazer de passar a tarde da última quinta-feira, dia 12 de julho, enquanto palestrava gratuitamente e batia um papo com o público. O assunto da minha palestra não deve ser uma surpresa: Ecommerce no Brasil. Mas durante o evento apresentei uma série de fatores que aponta esse segmento como uma das grandes oportunidades de negócio do momento.

A conclusão à qual eu cheguei são embasadas em N razões, mas destaco aqui as mais simples de entender: a constante mudança do comportamento de consumo dos brasileiros, que claramente têm preferido compras online em detrimento do varejo físico; o amadurecimento do segmento em relação aos dispositivos móveis.

A venda “mobile” tem crescido muito e isso continuará acelerado nos próximos anos. Basta olhar para mercados-destaque, como a China, EUA e Europa: o ecommerce por esses locais já representa 21%, 11% e 14% do varejo, respectivamente. No Brasil, apenas 4%, o que mostra que ainda não atingiu sua fase madura – quando concorrentes já se instalaram e se torna mais difícil entrar num mercado – e tem muito a crescer.

Se nos próximos 5 ou 10 anos a relação do ecommerce com o varejo brasileiro aumentar até 8%, já significa que dobraremos de tamanho, isso sem nem considerar o crescimento natural do varejo durante o período. Para chegarmos este ponto, no entanto, é preciso que mais e mais pessoas não só identifiquem o Ecommerce como oportunidade, como também entendam a importância de investir em estratégias de marketing bem estruturadas. Este foi outro ponto bem ressaltado durante minha palestra.

 

Slamping Marketing: entenda por que essa técnica precisa entrar pro seu Ecommerce

Do que adianta, afinal, um marketing digital sem foco em construção de audiência e engajamento? Quem, como eu, atua no segmento sabe que a venda é uma CONSEQUÊNCIA dessa estratégia bem fundamentada. E garanto: ela acontece, sim.

A estratégia de marketing em ecommerce que recomendei: Estude seu público alvo e mapeie a persona (cliente ideal) do seu negócio. Somente assim você conseguirá desenhar uma comunicação de marketing que seja eficiente.

Produza conteúdo que seja relevante para sua audiência, gerando valor e ajudando seu cliente-alvo a resolver problemas do dia-a-dia que possivelmente tenham relação com seu mercado/produto.

Crie ofertas irrecusáveis para impactar sua audiência e mostrar à sua persona que você possui um ou mais produtos que resolverão os problemas dela.

É possível fazer isso por meio de um funil de vendas construído nas redes sociais, começando no Facebook e Instagram.

Foram 40 minutos de palestra no palco e mais horas de conversa que não tem como descrever aqui na íntegra. Deixo, então, uma síntese e um muito obrigado a quem estava presente. Foi um grande prazer participar de mais uma edição do Ciclo MPE e poder compartilhar meus conhecimentos e insights.

 

Fonte: E-commerce News

Autor: Bruno Oliveira